De olho na notícia!

A partir do mês de agosto Linhares poderá ter mais um deputado

Se a ALES conformar o nome de Rodrigo Coelho, este deixa o legislativo e abre vaga para a convocação do primeiro suplente.

O suplente de deputado estadual Luiz Durão (PDT) deve assumir em agosto o mandato na Assembleia Legislativa (Ales), como titular, e ficará no cargo até o final da atual legislatura, em 31 de janeiro de 2019. Para tanto, ele espera ocupar a vaga a ser aberta por Rodrigo Coelho (PDT), que aparece como forte candidato a conselheiro do Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCES) e conta com o apoio da maioria dos parlamentares estaduais – responsáveis pela indicação.
Líder do governo na Assembleia, Rodrigo Coelho deve substituir o conselheiro José Antonio Pimentel, que requereu a aposentadoria no dia 12 deste mês. A vaga foi declarada oficialmente aberta na quarta-feira (18), com a publicação de sua aposentadoria no Diário Oficial. Assim que o pedido foi publicado, o presidente da Ales, Erick Musso, abriu o prazo de dez dias para registro de interessados em preencher o cargo de conselheiro.
Esgotado o prazo, a Ales vai definir quem será o novo conselheiro no início de agosto, assim que retornar do recesso. Confirmando o nome de Rodrigo Coelho, este deixa o legislativo e abre vaga para a convocação do primeiro suplente – no caso, Luiz Durão. Ambos fizeram parte da coligação PT/PDT em 2014: Rodrigo Coelho foi eleito com 23.201 votos e Luiz Durão recebeu 20.969 votos.
Durante a atual legislatura, Durão exerceu o mandato de deputado estadual de 1º de fevereiro a 1º de dezembro de 2016. Na época, Rodrigo Coelho se licenciou da Assembleia para assumir a Secretaria de Estado de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades). Agora, caso Rodrigo se torne conselheiro, Luiz Durão assumirá a vaga em definitivo, ficando no cargo até o fim do mandato.

You might also like